Mossoró 20 de Outubro de 2019 09:26h
Política

Após reunião dos governadores eleitos, Fátima Bezerra defendeu uma maior participação do Governo Federal para ajudar estados e municípios

Fátima explicou que a partir da reunião de hoje, será elaborada uma carta de contendo as principais reivindicaçõees comuns aos estados da região para serem entregues no encontro com Bolsonaro.

21 de Novembro de 2018 - 14:06hs

Os governadores eleitos e reeleitos do Nordeste participaram de uma reunião hoje em Brasília para definir a pauta comum que será entregue ao presidente eleito Jair Bolsonaro no próximo dia 12 de dezembro. A governadora eleita Fátima Bezerra, que participou do encontro, defendeu uma maior participação do Governo Federal para ajudar estados e municípios e ainda a continuidade de obras hídricas, mabitacionais e de infraestrutura.

Fátima explicou que a partir da reunião de hoje, será elaborada uma carta de contendo as principais reivindicações comuns aos estados da região para serem entregues no encontro com Bolsonaro. Entre os itens, estão a retomada urgente das obras do Nordeste como as de rodovias e ferrovias para melhorar o escoamento das produções e impulsionar o desenvolvimento econômico; a continuidade de obras no campo habitacional, que se encontram paralizadas em sua grande maioria por problemas nos pagamentos; e as hídricas, com destaque para a aceleração das Obras de Transposição do São Francisco.

“Ressaltei muito essa obra, porque ela está atrasadíssimase e ela é muito importe. É muito importante que as águas cheguem ao Ceará e ao nosso querido Rio Grande do Norte”, destacou.

Fátima Bezerra também cobrou uma maior participação da União nas áreas da saúde, que passa pelo programa Mais Médicos; da segurança pública com o funcionamento do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e ainda na educação com o fortalecimento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

“A vigência do Fundeb termina em 2020 e nós estamos pautando logo esse tema para torná-lo um programa permanente e para que a União amplie a sua participação financeira, junto aos Estados e municípios, para que possamos alcançar as metas dos nossos planos municipais e estaduais de educação”, completou.

Fátima Bezerra também adiantou que os governadores eleitos vão cobrar mais garantias de financiamento para o reequilíbrio das contas públicas dos estados e do pacto federativo.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece