Mossoró 21 de Setembro de 2019 06:07h
Política

Delação homologada no STF: Gleisi Hoffmann recebeu R$ 3,8 milhões, diz Palocci

No anexo 12 da delação, o ex-ministro petista diz que Gleisi Hoffmann, atual presidente do PT, recebeu R$ 3,8 milhões na campanha de 2010, quando foi eleita senadora pelo Paraná.

14 de Agosto de 2019 - 15:58hs

Resultado de imagem para Gleisi Hoffmann

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Veja informa que o acordo de delação firmado entre Antonio Palocci e a PF, homologado pelo ministro Edson Fachin, do STF, conta com 23 anexos — que tratam de 12 políticos, entre ex-ministros de Estado, parlamentares e ex-parlamentares, e 16 empresas.

No anexo 12 da delação, o ex-ministro petista diz que Gleisi Hoffmann, atual presidente do PT, recebeu R$ 3,8 milhões na campanha de 2010, quando foi eleita senadora pelo Paraná.

Segundo Palocci, a Odebrecht teria repassado R$ 2 milhões a Gleisi, via caixa 2. A OAS, de Léo Pinheiro, mais R$ 800 mil. E a Camargo Corrêa, R$ 1 milhão em um acordo que teria como objetivo enterrar a Operação Castelo de Areia no STJ.

Com informações da Veja

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece