Mossoró 22 de Maio de 2019 13:59h
Saúde

Dermatologista orienta foliões sobre exposição solar no Carnaval

Esse é o período de intensa exposição ao sol e por isso, o primeiro cuidado deve ser o uso do protetor solar antes de sair de casa e a reaplicação sempre que necessário", destaca o médico. Os cuidados valem para os foliões mirins e adultos.

26 de Fevereiro de 2019 - 16:02hs

O Carnaval se aproxima e junto com ele, os cuidados com a pele e saúde. Para aproveitar o período festivo, nada melhor do que a prevenção, como alerta o dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia no RN (SBDRN), Leonardo Ribeiro. "Esse é o período de intensa exposição ao sol e por isso, o primeiro cuidado deve ser o uso do protetor solar antes de sair de casa e a reaplicação sempre que necessário", destaca o médico. Os cuidados valem para os foliões mirins e adultos.

E falando em folia, outro cuidado em destaque é o uso de maquiagem, glitter, tintas em cabelos e pele e ainda, espumas. "A combinação de maquiagem com uso prologando durante todo o dia e exposição ao sol pode causar queimaduras na pele e manchas, que podem ser evitadas com uso e reaplicação do protetor solar", detalha o médica.

Outra dica do dermatologista para a folia de momo é a exposição ao sol do corpo (geralmente em fantasias) e orientação de uso de roupas em tecido com proteção UV e até acessórios como bonés, viseiras e óculos.

E se a marchinha carnavalesca diz "É dos carecas que elas gostam mais" a orientação também é de prevenção e cuidados com o couro cabeludo. "Para quem tem calvície ou cabelos ralos também é importante destacar o uso do protetor no couro cabeludo e ainda reforçar a proteção com chapéu, boné, lenços ou turbantes e evitar queimaduras solares", justifica.

Para os pequenos, a preocupação deve ser redobrada em relação a hidratação e uso de roupas com tecidos confortáveis. "O dermatologista deve indicar qual tipo de protetor solar em cada caso. No mínimo, aqui para o Rio Grande do Norte, o fator de proteção deve ser 50 para crianças e 30 para adultos. Lembrando que os pais devem optar por fantasias com tecidos confortáveis, evitando alergias e desconforto para as crianças e ainda, uso de repelente para evitar doenças provocadas por picadas de mosquitos. Vale lembrar que o repelente deve ser usado após o protetor solar e também nas roupas”, afirma Dr. Leonardo Ribeiro.

Finalizando a lista de cuidados, o dermatologista lembra da hidratação dos lábios. "A área dos lábios é muito sensivel e o uso de bebida alcoólica pode aumentar os riscos de desidratação, então, muita água e protetor labial, batons e reaplicação sempre que possível", garante.

Com esses cuidados, o folião pode ir para a folia sem medo de ser feliz. "E se surgirem alergias, manchas, erupções ou mudanças na pele, a indicação é procurar um dermatologista e não se automedicar. Pode mascarar uma doença antes mesmo de ser tratada", conta.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece