Mossoró 20 de Novembro de 2018 04:47h
Cotidiano

Divida da Prefeitura de Mossoró com pediatras já supera R$ 2 mi

A prefeitura está devendo os meses de julho, agosto, setembro e outubro referentes aos serviços no HMAC, em que está incluso também a UTI Neonatal e a UTI Pediátrica.

08 de Novembro de 2018 - 08:31hs

A prefeitura de Mossoró está desde junho fazer o repasse aos pediatras. A dívida da Prefeitura de Mossoró com três cooperativas médicas que prestam serviços ao Hospital Maternidade Almeida Castro já supera a casa dos R$ 2 milhões.

Os interventores já foram citados oficialmente pelas cooperativas sobre esta dívida e a Assessoria Jurídica já solicitou a Justiça Federal o bloqueio dos recursos na conta da Prefeitura de Mossoró para pagar os médicos destas três cooperativas e não haver interrupção nos serviços na Maternidade Almeida Castro. Aguarda sentença judicial. A interventora Larizza Queiroz destaca que estes profissionais são fundamentais na UTI Neo, UCINCo, UCINCa, Alojamento Conjunto, Centro Obstétrico e no Acolhimento.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT "Autismo: entenda o ritmo de cada um"