Mossoró 19 de Novembro de 2019 08:25h
Tecnologia

E-mail dinâmico do Gmail estará disponível para todos em 2 de julho

O sistema é baseado no AMP for Email, um subconjunto de componentes do AMPHTML que permite interação dinâmica com o corpo da mensagem.

11 de Junho de 2019 - 16:03hs

O Google está trazendo e-mails dinâmicos para todos os usuários do Gmail, expandindo a versão beta lançada em março deste ano. Com base nas AMP (em tradução livre “Páginas de Celular Aceleradas”), o recurso permitirá responder mensagens interativas no corpo de um e-mail, da mesma forma que fariam em uma página da Web, tudo sem sair da caixa de entrada. Essas mensagens serão lançadas para todos os clientes do G Suite em 2 de julho.

O Google lançou a versão beta de e-mails dinâmicos em março, como forma de melhorar as mensagens e tornar o Gmail mais prático para os usuários. Em vez de abrir novas páginas na Web quando você clica em no link e preenche um formulário ou responde uma pesquisa na sua caixa de entrada. Assim, é possível interagir com um RSVP, questionário ou navegar em um catálogo sem precisar clicar primeiro e ser redirecionado para outra página da web.

O sistema é baseado no AMP for Email, um subconjunto de componentes do AMPHTML que permite interação dinâmica com o corpo da mensagem. Não se trata apenas de fazer mensagens com as quais os leitores possam clicar e interagir, e sim de manter o conteúdo da mensagem atualizado em tempo real, exibindo os comentários mais recentes em um segmento, por exemplo, ou novas recomendações.

É muito provável que você já tenha visto o AMP para o Gmail em ação. No início deste ano, o Google liberou vários de seus parceiros para enviar e-mails dinâmicos, incluindo o Booking.com, o Despegar, o Doodle, o Ecwid, o Freshworks, o Nexxt, o OYO Rooms, o Pinterest e o redBus. Embora a lista provavelmente fique maior, não espere um ataque de e-mails dinâmicos imediatamente. Antes de ser liberado para suporte a AMP, o Google faz uma verificação de privacidade e segurança de cada parceiro.

Inicialmente, o recurso será suportado apenas no Gmail na Web, mas o Google aponta que o suporte móvel já está sendo trabalhado e não deve demorar.

Olhar Digital, via Engadget

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece