Mossoró 16 de Setembro de 2019 21:38h
Política

Empossado como interino, Ney quer continuar “gestão imparcial”

Chefe do Poder Legislativo até que situação do presidente titular seja definida, Ney Lopes Júnior diz que vai dar continuidade ao jeito Raniere de administrar

02 de Agosto de 2017 - 07:11hs

ney lopes júnior

O vereador Ney Lopes Júnior (PSD) assumiu nesta segunda-feira, 31, de maneira interina, a Presidência da Câmara Municipal de Natal. Ele foi empossado temporariamente no cargo porque o presidente titular, Raniere Barbosa (PDT), foi afastado do mandato por decisão judicial. Confiante de que Raniere terá, em breve, sua situação esclarecida pela Justiça, Ney se comprometeu a dar sequência à filosofia de imparcialidade que vinha sendo adotada pela Câmara.

O peessedista garantiu que nem mesmo o fato de, até ontem, ter sido o líder do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) na Câmara vai demovê-lo da pretensão. “Assumo com muita serenidade e com a missão de tocar as atividades legislativas desse segundo semestre. Temos muitos projetos a serem analisados, tanto da situação quanto da oposição. Eu saio da parcialidade que o cargo de líder do governo impõe para a imparcialidade do presidente da Câmara. Agora represento 28 vereadores, portanto meu comportamento será uníssono; este será meu propósito até que essa situação se perdure”, disse Ney ao Portal Agora RN/Agora Jornal.

A partir desta terça-feira, 1º, a Câmara volta às atividades normais. De acordo com Ney Júnior, já haverá “uma pauta diferenciada, com projetos a serem votados e apreciados de forma proporcional, no que diz respeito à bancada do governo e de oposição”.

Quanto às denúncias que recaem sobre Raniere, Ney registra que tanto o vereador quanto a Câmara de Natal seguem tranquilos. “As denúncias apresentadas não envolvem absolutamente em nada a Câmara – está apenas se questionado o período em que o vereador, que por coincidência é presidente da Câmara, passou como secretário da Semsur”, frisa Ney.

Presentes na cerimônia de posse, os vereadores Dinarte Torres (PMB) e Nina Souza (PEN) demonstraram confiança quanto ao prosseguimento das atividades na Câmara, mesmo com Raniere afastado. “A Câmara está tranquila. O nosso presidente tem todo direito à defesa. Temos a certeza de que tudo será esclarecido. Logo mais teremos o presidente Raniere voltando aos trabalhos. O que nós desejamos é que se possa dar o direito ao presidente Raniere de fazer sua defesa”, opinou Dinarte.

“É tudo ainda muito indefinido. Houve a operação e o afastamento, e todos nós estamos aguardando (e é o que devemos fazer). Não queremos fazer juízo de valor de algo que não conhecemos. Ney foi eleito numa chapa pela maioria absoluta dos membros da Casa, é uma pessoa equilibrada. Ele já vinha na liderança do governo, tem um bom trânsito com todo mundo e acredito que não mudará sua postura agora como presidente”, destacou Nina Souza.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece