Mossoró 26 de Janeiro de 2020 16:13h
Estado

Governo do RN decreta situação de emergência em 4 municípios

Foram afetados por enxurradas os municípios de Fernando Pedroza, Angicos, Santana do Matos e Ipanguaçu. Outras barragens ainda correm risco de ruptura.

23 de Abril de 2019 - 08:58hs

Enxurrada destruiu a cabeceira de uma ponte sobre a RN-041, principal acesso ao município de Santana do Matos — Foto: Defesa Civil de Santana do Matos

Foto: Defesa Civil de Santana do Matos

Do G1

Foi publicado na edição desta terça-feira (23) do Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte o decreto que oficializa situação de emergência em Fernando Pedroza, Angicos, Santana do Matos e Ipanguaçu. No final de semana, os municípios foram atingidos por enxurradas causadas pelo rompimento de barragens particulares.

A cidade de Santana do Matos, por exemplo, ficou ilhada após a cabeceira de uma ponte na RN-041 ser destruída pela força das águas do Rio São Miguel. Dois veículos foram arrastados pela correnteza. Duas pessoas foram resgatadas com ferimentos leves. A enxurrada também levou os canos de uma adutora e quatro comunidades rurais na região ficaram desabastecidas.

Durante o período em que persistir a situação de emergência, fica o Estado do Rio Grande do Norte autorizado a contratar, mediante dispensa de licitação, obras e serviços que se mostrarem aptos a minimizar os efeitos das enxurradas.

Veja AQUI a íntegra do decreto.

Histórico

Devido à ruptura das barragens São Miguel 1, Vavá 1 e São Pedro no município de Fernando Pedroza na noite do último sábado, 20, e alto risco de rompimento de outros dois reservatórios, o Governo do Estado decretou situação de emergência.

Com a ruptura da parede do açude São Miguel 1, Vavá 1 e São Pedro, todos de propriedade privada, há o alto risco de rompimento da barragem Vavá 2 e São Miguel 2, em Fernando Pedroza. O preocupante, segundo a Defesa Civil, é que este último se trata de açude de maior volume de água com relação aos que já romperam.

Ainda não é possível informar quantas pessoas seriam afetadas com a possível ruptura da parede desses açudes. Segundo Marcos de Carvalho, da Defesa Civil Estadual, ficou acertado também na reunião que a partir desta noite de domingo será feito o monitoramento de hora em hora do São Miguel 2 pela Prefeitura de Fernando Pedroza.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece