Mossoró 16 de Setembro de 2019 22:07h
Estado

Governo do RN solicita que militares permaneçam por mais dez dias em Natal

Solicitação já foi enviada pelo governador Robinson Faria ao presidente Michel Temer, mas até o momento ainda não obteve resposta

29 de Janeiro de 2017 - 21:23hs

Inicialmente com estadia garantida na capital potiguar até a próxima segunda-feira (30), os militares do Exército brasileiro poderão permanecer no Rio Grande do Norte por mais dez dias. Pelo menos essa é a intenção do governador Robinson Faria, que fez a solicitação formalmente ao presidente Michel Temer ao longo desta semana, segundo informações da Tribuna do Norte.

Os militares estão em Natal desde o último dia 20 e foram chamados para restabelecer a paz nas ruas da cidade, que durante as rebeliões em Alcaçuz foi alvo das ações criminosas de bandidos. Eles incendiaram diversos ônibus do transporte público e atacaram carros e prédios pertencentes aos mais variados poderes executivos do estado, tanto na capital quanto no interior.

Segundo informações cedidas pela comunicação da Operação Potiguar II, em oito dias de operação, os militares realizaram nada menos que 1.542 atividades em solo potiguar. Dentre as quais estão 226 patrulhas à pé e 790 motorizadas, além de 20 pontos de bloqueio e controle instalados pela cidade.

No total, quase 1.900 militares foram empregados na Operação. Eles atuam conjuntamente em 17 áreas integradas das zonas Norte, Sul, Leste e Oeste. 1.636 deles são do Exército, 140 são da Marinha e outros 70 da Aeronáutica. Estes últimos atuam no município de São Gonçalo do Amarante, mais precisamente nas imediações do Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece