Mossoró 20 de Maio de 2019 13:49h
Cotidiano

Hospital da Mulher: Demissão de 160 funcionários pode significar atraso na construção

Informação apurada pelo Portal Acontece RN aponta que mais de 150 funcionários estão de aviso prévio; até então, previsão é que a construção do hospital seja concluída em 2020

18 de Abril de 2019 - 11:52hs

Quando concluído, Hospital da Mulher deverá atender mais de 60 municípios — (Foto: Marcelo Bento) 

 

Mais de 150 funcionários que atuam no projeto da edificação do Hospital da Mulher, em Mossoró/RN, estão de aviso prévio, segundo informação apurada pela nossa reportagem. A obra, financiada pelo Banco Mundial, está sob responsabilidade do projeto Governo Cidadão e representa investimento da ordem de R$ 54 milhões. Em equipamentos, segundo a Sesap (Secretaria de Estado da Saúde Pública), o investimento deverá chegar a R$ 60 milhões. O "Governo Cidadão" está vinculado ao Executivo Estadual.

A CG Construções, empresa com sede em Fortaleza/CE, é a responsável pela construção do hospital, cuja conclusão está prevista para 2020, segundo informou a Assessoria de Comunicação do projeto Governo Cidadão no último dia 11 de abril. A iminente demissão de 160 funcionários pode significar alguma uma nova etapa das obras ou a proximidade de atrasos no andamento da edificação.  

Durante a apuração, o Portal Acontece RN entrou em contato com a Assessoria de Comunicação do projeto Governo Cidadão, a qual retornou, pontuando que o setor consultado afirmou que não havia sido reportado a eles nenhuma informação sobre a condição dos 160 funcionários.   

Procuramos também a CG Construções para que se manifestasse sobre a instituição dos avisos prévios. A empresa sugeriu que fôssemos ao local da obra e procurássemos o engenheiro responsável. Nessa tentativa de contato, fomos informados por um funcionário que o engenheiro estava em reunião, o que impossibilitaria, naquele momento, nossa conversa com ele. A solicitação para que nos informassem o telefone do engenheiro também não foi atendida, sob o argumento de que não seria possível a interrupção da reunião para a obtenção do número.

HOSPITAL

O Hospital da Mulher atenderá 62 municípios da região, segundo informações divulgadas pela Sesap em fevereiro deste ano. A unidade de saúde contará com leitos de UTIs neonatais, pediátricos e adultos, de cuidados intermediários, além do centro obstétrico com salas de parto humanizado, salas cirúrgicas de obstetrícia, de cirurgias eletivas, banco de leite humano, casa da gestante e um centro de parto normal.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece