Mossoró 20 de Julho de 2019 04:45h
Cotidiano

Irreverência e ato político no concurso da Dama da Diversidade 2018

Diversas travestis de várias cidades se inscreveram para concorrer ao título

28 de Maio de 2018 - 13:26hs

Além da escolha dos reis e rainhas do Concurso da Realeza Junina do Mossoró Cidade Junina 2018, houve também a escolha da Dama da Diversidade. Diversas travestis de várias cidades se inscreveram para concorrer ao título. A grande campeã ganhou faixa, troféu e a premiação de R$ 1.000. Foi a primeira vez que o Mossoró Cidade Junina realizou o concurso na categoria LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).

“Mossoró é a terra das liberdades e é curioso perceber que nunca o Mossoró Cidade Junina tinha se voltado para o público LGBT no sentido de criar um concurso com premiação para valorizar o trabalho feito por elas, que no período junino se transformam em verdadeiras damas de arraiás. A ideia chegou e com certeza vai ser tão tradicional como a escolha do rei e da rainha”, apontou o secretário Municipal de Cultura Eduardo Falcão.

“Diferentemente do concurso de rei e rainha, para o da Dama da Diversidade ser Mossoró ou morar na cidade não são critérios obrigatórios. Por isso que hoje estamos recebendo candidatas de outras cidades do Rio Grande do Norte como Apodi e Macau. Recebemos inscrições até de outros estados com o Ceará e Piauí”, explicou o coordenador da Arena Deodete Dias, Deilson Pereira.

Além de toda a irreverência, luxo nos vestidos e o brilho característico das damas juninas, o público foi surpreendido com uma apresentação com tom político suscitando o debate sobre preconceito e homofobia. A candidata a Dama da Diversidade, Renata Rayara, da cidade de Rodolfo Fernandes, misturou coreografia junina e discurso político. No final da apresentação ele retirou a peruca, desconstruiu a personagem e ergueu uma bandeira contra o preconceito.

“A idéia é mostrar que a pessoa LGBT precisa de respeito e reconhecimento do seu trabalho não só no período do Carnaval ou São João, mas ao longo de todo o ano. E no momento em que a sociedade nos diz que somos doentes nós mostramos que doença é o preconceito. Precisamos acabar com a homofobia que tem matado tantos meninos e meninas”, reafirmou Renata Rayara, candidata a Dama da Diversidade.

Com a computação das notas dos jurados a grande da Dama da Diversidade do Mossoró Cidade Junina 2018 é da cidade Teresina, no Piauí. “O Mossoró Cidade Junina é evento importantíssimo para o São João em todo Nordeste. Então, assim que eu soube desse concurso, realizei minha inscrição e essa vitória mostra que valeu apenas pegar a estrada com doze horas de viagem. Estou muito feliz com o título”, comemorou a Dama da Diversidade 2018, Sheron Lumynes.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece