Mossoró 27 de Junho de 2019 07:45h
Política

Lava Jato age com independência e estímulo do governo, diz Padilha

A declaração do ministro rebate acusações feitas pelo ex-chefe da Advocacia-Geral da União, Fábio Medina Osório, demitido na última sexta-feira (9).

12 de Setembro de 2016 - 15:07hs

padilha

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, negou hoje (12) que o governo está tentando abafar a Operação Lava Jato. “Os principais atores da Lava Jato, a Polícia Federal, a Procuradoria-Geral da República e Poder Judiciário agem na plenitude, absoluta independência e estímulo do governo”, disse ao participar do evento Os desafios do Brasil, promovido pela Consulting House, na capital paulista.

A declaração do ministro rebate acusações feitas pelo ex-chefe da Advocacia-Geral da União, Fábio Medina Osório, demitido na última sexta-feira (9). Em entrevistas à imprensa após a demissão, Fábio Medina disse que foi afastado do cargo por ter tomado iniciativas dentro da Lava Jato e acusou o governo de colocar obstáculos para tentar abafar as investigações.

Para Padilha, os responsáveis pela declaração contrária ao governo querem “fazer com que o holofote da Lava Jato lhes dê um pouquinho de luz”, disse. “Como mariposas, que querem chegar à luz que a Lava Jato tem”. O ministro garantiu que o governo faz tudo o que estiver ao seu alcance para que a operação chegue ao seu objetivo.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece