Mossoró 14 de Agosto de 2020 01:58h
Brasil

Militares chegam a Natal para reforçar segurança nas ruas

Os primeiros militares da Paraíba e de Pernambuco chegam a Natal na manhã desta quarta-feira (3).

03 de Agosto de 2016 - 10:48hs

Os primeiros militares da Paraíba e de Pernambuco chegam a Natal na manhã desta quarta-feira (3). A previsão do Comando da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada é que o comboio de viaturas com a tropa passe pelo viaduto de Parnamirim, na BR 101, por volta das 8:30h.

Incluindo os lotados em Natal, serão 1200 homens, sendo 1000 do Exército e outros 200 da Marinha. Militares, que em sua maioria, têm experiência em operações de Garantia da Lei e da Ordem, como a ocupação e pacificação do complexo de favelas da Maré no Rio de Janeiro e em missões de Paz como a para Estabilização do Haiti – a Minustha.

O envio das tropas já havia sido autorizado pelo presidente interino Michel Temer desde o último domingo (31), atendendo a pedido do governador Robinson Faria. Entretanto, como o Ministério da Defesa ainda não havia emitido um documento com a definição do plano de atuação dos militares na cidade, a liberação das tropas federais acabou atrasando.

Durante os 15 dias que passarão na Cidade, pelo menos esse é o prazo estabelecido inicialmente, os militares cumprirão tarefas semelhantes àquelas desempenhadas no período da Copa do Mundo. Eles ficarão responsáveis pela segurança em corredores rodoviários, turísticos e bancários. Também farão a segurança nos acessos ao aeroporto internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, e no centro comercial do Alecrim.

De acordo com o secretário estadual de Segurança Pública, Ronaldo Lundgren, a intenção do Governo do Estado é garantir o pleno funcionamento das atividades econômicas, principalmente na capital, bem como aproveitar esse período para empregar as Forças Auxiliares (PM e Polícia Civil) na investigação e prisão de suspeitos.

Na quinta-feira (4) está prevista a visita do Ministro da Defesa, o Raul Jungmann, para avaliar a situação da Segurança no Estado e detalhar a atuação das Forças Armadas no Rio Grande do Norte. A expectativa é que só a partir desse momento, os militares vão para as ruas patrulhar.

Enquanto estiverem na capital potiguar, eles devem permanecer alojados nas demais Organizações Militares da Cidade.

DetalheDesde 2008, vários militares de Natal têm integrado sucessivos contingentes enviados para o Haiti, para compor o efetivo da ONU na Missão de Paz para a Estabilização do país caribenho. Em 2015, a tropa potiguar fez parte da Força Tarefa Guararapes, na Pacificação do Complexo de favelas da Maré, no Rio de Janeiro. Foram 6 meses de missão, responsável pela segurança em diversas comunidades, que ao término do período, foram devolvidas às organizações de segurança pública do estado do Rio de Janeiro.

*nominuto

 

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece