Mossoró 20 de Maio de 2019 13:46h
Cotidiano

Mossoró: Professores em greve decidem encerrar paralisação

Decisão fora definida após os profissionais deliberarem sobre audiência entre representantes do Sindiserpum e Prefeitura

17 de Abril de 2019 - 13:49hs

Professores em greve durante assembleia na manhã desta quarta-feira (17)

 

 

Em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (17), os professores em greve da Rede Municipal de Ensino de Mossoró/RN decidiram encerrar a paralisação, iniciada no último dia 8 de março.

Ontem (16), representantes do Sindiserpum (Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró) participaram de audiência intermediada pelo Ministério Público Estadual. O sindicato afirma que conseguiu que a Prefeitura de Mossoró ouvisse “a voz dos professores” e que fosse negociada a pauta de reivindicações. Segundo o sindicato, um Termo de Acordo foi construído na audiência, listando os compromissos que o município deverá cumprir.

Em seu site, o Sindiserpum listou o que foi alcançado por meio da greve: “O reconhecimento pelo Município de que o reajuste de 4,17% referente ao Piso Nacional é legal e que serão discutidos os caminhos para a implementação dos 0,42% que foi subtraído desse direito dos professores, ou seja, o sindicato irá continuar lutando pelo cumprimento desse direito na via administrativa; a publicação e pagamento das mudanças de classes atrasadas desde 2017, seguindo a ordem cronológica dos requerimentos; o pagamento do Prêmio 14º Salário que deveria ter sido efetuado em 2017; a publicação das escolas e UEIs contempladas com o Prêmio 14º Salário que deveria ter sido publicada em 2018; a Comissão da gestão democrática está em processo de organização de cronograma; o reconhecimento da sociedade de que uma gestão pública tem que dialogar para resolver conflitos; e o canal de negociação está aberto com nova reunião agendada”.

A categoria deliberou sobre o resultado da audiência na manhã desta quarta-feira, decidindo encerrar a paralisação.

“Foi uma vitória da democracia contra a tirania, do diálogo contra a arbitrariedade”, avaliou a presidente do Sindiserpum, Marleide Cunha. “O fim da greve é uma trégua à Prefeitura para continuarmos a dialogar. Os professores fizeram-se respeitar”, complementou.

Na assembleia, ficou definido que os professores retornarão às aulas na próxima segunda-feira (22) e, conforme acordado, farão um calendário de reposição das aulas a ser apresentado à Secretaria Municipal de Educação.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece