Mossoró 05 de Dezembro de 2019 22:47h
Esporte

Murray é o novo número um do tênis após desistência de Raonic

Andy Murray conseguiu o título sem entrar em quadra neste sábado, já que Milos Raonic, com perna lesionada, desistiu da partida

05 de Novembro de 2016 - 19:46hs

Tenista Andy Murray

Após todo o esforço para tentar alcançar o posto de número um do mundo, o britânico Andy Murray conseguiu chegar lá sem ao menos entrar em quadra neste sábado, já que Milos Raonic, com uma lesão na perna, desistiu de sua partida contra Murray válida pelas semifinais do Masters de Paris.

O três vezes campeão de Grand Slams, que aparecerá no topo do ranking à frente do sérvio Novak Djokovic assim que a lista for atualizada na segunda-feira, ainda entrou na quadra central do complexo para uma sessão de treinos diante de um público ainda assustado com a notícia da desistência.

“Ontem, quando vencia o primeiro set por 4 a 2, comecei a sentir dores na perna”, disse o canadense Raonic, quarto cabeça-de-chave, em entrevista coletiva, se referindo à vitória sobre o francês Jo-Wilfried Tsonga.

“Eu não pensei muito nisso naquele momento. Passei por uma ressonância há pouco mais de uma hora… identificaram um rompimento grau um no quadríceps direito.”

Murray, que se consolidaria no primeiro lugar do ranking caso se classificasse para a final, será o primeiro britânico a se tornar o número um do tênis.

Aos 29 anos, ele também será o jogador mais velho a alcançar o posto pela primeira vez desde John Newcombe, em 1974.

Djokovic, número um desde julho de 2014, foi derrotado nas quartas de final por Marin Cilic na véspera.

O croata, por sua vez, foi eliminado pelo americano John Isner por 6-4 e 6-3 na semifinal neste sábado.

Raonic é agora dúvida para o ATP World Tour Finals, que fecha a temporada, em Londres, entre 13 e 20 de novembro.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece