Mossoró 21 de Setembro de 2019 06:19h
Cotidiano

Paralisação de Policiais gera onda de violência em Mossoró

Primeiro dia da paralisação de policiais militares e bombeiros, a violência explode em Mossoró. O atentado no bairro Belo Horizonte atingiu uma criança de apenas dois anos; no bairro Paredões, corpos de duas mulheres foram encontrados numa galeria

17 de Junho de 2019 - 15:47hs

Crédito da foto: Reprodução/Fim da Linha

No primeiro dia de paralisação dos policiais militares e bombeiros, a violência se agravou em Mossoró, segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Pela manhã e início da tarde foram registrados mortes em duas áreas urbana.

Por volta das 10h, um atentado próximo à praça Wilma Maia, no bairro Belo Horizonte (zona sul), terminou com uma morte e três pessoas feridas.

No início da tarde, corpos de duas mulheres foram encontrados numa vala de esgotos no bairro Paredões (zona norte). As vítimas ainda não foram identificadas.

No caso do bairro Belo Horizonte, segundo registros, Lucas Pereira Gomes de 19 anos de idade, morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro. Rui Mauricio de Oliveira de 22 anos, levou três tiros nas costas, foi socorrido por uma equipe do Samu; Maria Paula, de 56 anos, tia de Mauricio, também foi baleada de raspão no braço e uma menina de apenas dois anos levou um tiro transfixante no braço e também foi levada pelos seus pais, numa moto para o Hospital Regional Tarcísio Maia.

Ainda não há informações sobre a motivação para o atentando, mas segundo informações, duas das vítimas estavam conversando quando foram surpreendidas por elementos que chegaram num carro escuro.

As outras vítimas foram atingidas por balas perdidas. 

A GREVE DA POLÍCIA

O presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar de Mossoró e Região (APRAM), Tony Fernandes, informou que a paralisação dos PM’s na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte atingiu 100%. A declaração foi dada na Associação dos Servidores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Assufersa) onde os policiais estão concentrados.

Segundo Fernandes, nenhuma viatura está circulando pela cidade neste primeiro dia de paralisação da categoria. Ele disse ainda que o movimento é por tempo indeterminado.

Em Natal, policiais e bombeiros amanheceram o dia Centro Administrativo e ocuparam a rampa da Governadoria, sede do Governo do Estado, conforme mostra o vídeo abaixo:

 

defato.com

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece