Mossoró 14 de Agosto de 2020 02:12h
Tecnologia

Prefeitura apresenta funcionalidade do Cadastro Técnico Multifinalitário

A ação está sendo desenvolvida através da Secretaria da Fazenda, em uma plataforma que vai integrar dados territoriais, geográficos, econômicos, de Saúde, Educação, incluindo dados do Plano Diretor e permitindo a integração de várias secretarias.

11 de Setembro de 2017 - 19:41hs

A Prefeitura de Mossoró e a EGL Engenharia apresentaram na tarde desta segunda-feira, 11, dados do Cadastro Técnico Multifinalitário (CTM), a base para o programa Mossoró Cidade Inteligente.

A ação está sendo desenvolvida através da Secretaria da Fazenda, em uma plataforma que vai integrar dados territoriais, geográficos, econômicos, de Saúde, Educação, incluindo dados do Plano Diretor e permitindo a integração de várias secretarias.

O SIT é formado por um conjunto de módulos, que permite ao usuário editar, realizar consultas e acessar suas funcionalidades. O sistema vai possibilitar uma melhor participação social na gestão pública, pois a população poderá informar sobre os serviços que estão sendo necessários em seu bairro, sua rua, como também o que já for realizado neste sentido.

A prefeita Rosalba Ciarlini destacou que as ações estão sendo planejadas desde agora para chegar a uma Mossoró do futuro. A prefeita lembrou ainda que foi no seu terceiro mandato à frente da Prefeitura de Mossoró que foi iniciado o primeiro projeto neste sentido.

Rosalba explicou ainda que se trata de um projeto completo e detalhado, com dados seguros. “Vai servir para que a gente possa planejar toda e qualquer ação, além de formular projetos. Por isso está sendo tão importante a parceria com as universidades, pois estamos destacando os nossos próprios talentos”, disse.

Os diretores da EGL Engenharia, George Teixeira e Luiz França, destacaram que não existe um projeto igual no Brasil, principalmente porque foi feito em tempo recorde. “Para colocar em prática precisávamos de três coisas: visão de futuro, espaço e conhecimento. Os três encontramos em Mossoró”, destacou Luiz França.

George Teixeira destacou que o primeiro momento é de um cadastro físico da cidade, que vai permitir dados sobre infraestrutura, tributação, registros móveis, serviços públicos, informações de áreas urbanas e rurais. “Todos os dados estarão disponibilizados em mapas e em um banco de dados. Vamos iniciar com o cruzamento de dados que a Prefeitura já dispõe”, afirmou.

Entre os benefícios oferecidos à cidade, está o de a gestão e a população terem uma visão geral da cidade, identificando comércio, áreas de atendimento de saúde, segurança, entre outros pontos.

O secretário da Fazenda, Abraão Padilha, destacou que, antes mesmo de o sistema ser disponibilizado à população, já está mostrando alguns resultados positivos para a gestão pública. “Já está resultando na integração das Secretarias, desburocratização dos serviços, melhor aproveitamento da equipe, entre outros”.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece