Mossoró 17 de Novembro de 2019 17:59h
Moda por Mario Filho

Presídio que irá receber Lula abriga Nardoni, Gil Rugai e Cravinhos

A decisão do magistrado ocorre horas após a decisão de transferência de Lula da carceragem da PF (Polícia Federal) em Curitiba para São Paulo, assinada pela juíza substituta Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, na manhã desta quarta-feira (7).

07 de Agosto de 2019 - 14:21hs

O juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci, da Justiça de São Paulo, determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumpra pena no presídio de Tremembé, a 133 km da capital paulista. Dessa forma, Lula estará na mesma unidade que presos que cometeram crimes de repercussão nacional, como Alexandre Nardoni, Cristian Cravinhos e Gil Rugai.

A decisão do magistrado ocorre horas após a decisão de transferência de Lula da carceragem da PF (Polícia Federal) em Curitiba para São Paulo, assinada pela juíza substituta Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, na manhã desta quarta-feira (7).

O PT (Partido dos Trabalhadores) e a defesa de Lula disseram, por sua vez, que a transferência é mais um ato de perseguição e que irá recorrer da decisão, alegando que a transição pode não ser necessária caso o STF (Supremo Tribunal Federal) acate o pedido da defesa que pede a suspeição do ex-juiz Sergio Moro, o que indicaria que ele não agiu de forma imparcial no processo do tríplex no Guarujá, em que o ex-presidente foi condenado. Caso isso ocorra, o processo é anulado, e Lula é colocado em liberdade.

Enquanto o recurso que será impetrado pela defesa de Lula não tenha efeito, conheça, a seguir, alguns dos detentos que estão alocados na Penitenciária de Tremembé II, de nome oficial Dr. José Augusto Salgado.

O ex-policial militar Mizael Bispo dos Santos foi condenado, em 2013, a 20 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato da ex-namorada, a advogada Mércia Nakashima, em maio de 2010.

O motoboy Lindemberg Alves, de 25 anos, foi condenado a 98 anos e 10 meses de prisão por matar a ex-namorada Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos, e por outros 11 crimes, ocorridos em outubro de 2008.

Alexander Nardoni foi sentenciado a 30 anos e dois meses de prisão por matar a filha Isabela, na época com cinco anos e jogada do 6° andar do prédio onde morava. Em abril deste ano, a Justiça concedeu a Nardoni a progressão de pena para o regime semiaberto.

Cristian Cravinhos foi condenado a 38 anos e seis meses de prisão pela morte do casal Marisia e Manfred von Richthofen, em 2002, em São Paulo. Ele, seu irmão Daniel e a namorada Suzane von Richthofen, filha do casal, planejaram e executaram o assassinato do casal na casa da família.

O ex-seminarista Gil Rugai foi condenado a 33 anos e nove meses de prisão pelo assassinato do pai e da madrasta, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo, em 28 de março de 2004.

R7

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece