Mossoró 10 de Dezembro de 2019 03:25h
Economia

‘Previsível’, diz presidente da Fecomércio após nova queda nas vendas do varejo potiguar

“Infelizmente, o cenário atual torna previsível este quadro extremamente preocupante, que encontra respaldo nas altas taxas de juros, nos níveis altíssimos de desemprego e na crise financeira dos Poderes Públicos, que têm levado ao atraso no pagamento de salários dos servidores, responsáveis por mais de 30% da massa salarial paga no estado”, declarou o mandatário.

18 de Outubro de 2016 - 14:29hs

Marcelo Queiroz, presidente da Fecomércio

As vendas no varejo do Rio Grande do Norte caíram pela décima quarta vez consecutiva, segundo apontou novo levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para o presidente da Fecomércio-RN, Marcelo Queiroz, os resultados são previsíveis em virtude da crise financeira enfrentada pelos poderes públicos, entre outros fatores.

“Infelizmente, o cenário atual torna previsível este quadro extremamente preocupante, que encontra respaldo nas altas taxas de juros, nos níveis altíssimos de desemprego e na crise financeira dos Poderes Públicos, que têm levado ao atraso no pagamento de salários dos servidores, responsáveis por mais de 30% da massa salarial paga no estado”, declarou o mandatário.

Segundo os dados do IBGE, o varejo registrou 9,3% menos vendas no mês de agosto, com o acumulado do ano, no RN, já atingindo retração de 10,6%.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece