Mossoró 05 de Dezembro de 2019 22:48h
Cotidiano

Professores da rede estadual em Mossoró realizam parada de advertência nesta quarta-feira, 30

Objetivo é reivindicar pagamento do reajuste referente ao piso salarial e se posicionar contra a diminuição dos salários dos funcionários do GNO

29 de Maio de 2018 - 12:46hs

Foto: Arquivo/Assessoria Sinte-RN

Os trabalhadores em educação da Rede Estadual de Ensino em Mossoró vão paralisar as atividades nesta quarta-feira (30). A parada de advertência será um protesto, reivindicando pagamento do reajuste referente ao piso salarial. Também pretende explicitar contrariedade, segundo o Sinte-RN (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN), no tocante à diminuição dos salários dos funcionários do GNO (Grupo de Nível Operacional – antigos ASGs).

Segundo Rômulo Arnaud, um dos coordenadores-gerais do Sinte-RN, desde o final da greve da Rede Estadual, em 19 de abril, a categoria espera que o acordo judicial firmado entre o sindicato e o Governo do Estado, mediado pelo desembargador Glauber Rêgo, seja cumprido.

Rômulo explica que, conforme o acordo, o pagamento do reajuste referente ao piso salarial deveria ter sido iniciado em maio deste ano.  “O pagamento do reajuste referente ao mês de abril deveria ter sido realizado agora em maio, mas não foi efetuado. A folha de maio já está pronta e não consta o pagamento dos reajustes de abril e maio”, frisa.

De acordo com o Sinte-RN, comunicado emitido, na semana passada, pela titular da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), Cláudia Santa Rosa, informou que piso será pago em junho, em folha suplementar, mas sem data definida.

O sindicato não descarta a possibilidade de nova greve em decorrência do não pagamento do reajuste salarial.

SALÁRIOS DOS FUNCIONÁRIOS DO GNO

A parada de advertência marcada para quarta (30) também vai pautar a luta contra diminuição dos salários dos funcionários do GNO (Grupo de Nível Operacional – antigos ASGs).

O Sinte-RN afirma que, segundo as informações contidas em contracheques de funcionários do GNO, acontecerão descontos de 50 a mais de 100 reais.             O sindicato diz que sua assessoria jurídica vai entrar com um mandado de segurança para preservar o salário dos funcionários.  

O OUTRO LADO

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria da SEEC, oportunizando que a secretaria se manifeste sobre o pagamento do reajuste dos professores. Assim que o posicionamento for encaminhado, será inserido nesta matéria.

 

 

 

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece