Mossoró 05 de Agosto de 2020 04:31h
Geral

Professores da UERN entram na Justiça contra o Governo do Estado por pagamento de consignados

Somente em 2017, já são contabilizados quatro meses sem pagamento dos consignados da ADUERN, cujos valores são mensalmente descontados dos salários de professores e professoras associadas.

15 de Maio de 2017 - 14:32hs

A Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (ADUERN) acionou judicialmente o Governo do Estado para que o pagamento de consignados seja feito em dia e os valores em atraso sejam repassados.

Somente em 2017, já são contabilizados quatro meses sem pagamento dos consignados da ADUERN, cujos valores são mensalmente descontados dos salários de professores e professoras associadas.

Segundo a entidade, em 2016, o repasse já acontecia com morosidade, e os atrasos variavam entre dois e três meses. Apesar dos atrasos do pagamento que já envolvem os quatro primeiros meses de 2017, o Governo não deixou de realizar o desconto mensal nos salários dos associados e associadas, o que a ADUERN considerada apropriação indébita de recursos da instituição.

A falta do repasse tem prejudicado o funcionamento da Associação, que, nos últimos meses tem sido socorrido financeiramente pelo Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES/SN), cujo auxilio se tornou fundamental para a manutenção das atividades e pagamento das demandas mais essenciais da ADUERN.

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece