Mossoró 19 de Setembro de 2019 10:07h
Estado

Suspeitos invadem penitenciária de Mossoró e atiram contra pavilhão de membros do PCC

Agentes acreditam que atentado foi represália a morte do detento Júlio Cesar Meira da Silva, assassinado a tiros dentro da prisão, e que fazia parte do Sindicato do Crime

28 de Agosto de 2016 - 20:34hs

Suspeitos invadem penitenciária de Mossoró e atiram contra pavilhão de membros do PCC

Os detentos que cumprem pena no Regime Semi Aberto no Complexo Penal Estadual Agrícola Mário Negócio (CPEAMN) em Mossoró, passaram, nesta madrugada de domingo, 28 de agosto, por momentos de tensão e medo.

Segundo informações de agentes penitenciários, indivíduos saíram do matagal e invadiram a unidade, onde efetuaram vários disparos de arma de fogo em direção ao pavilhão onde ficam os presos tidos como membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Os agentes penitenciários de plantão revidaram atirando contra os suspeitos. Houve troca de tiros, mas segundo informações ninguém saiu ferido.

Os suspeitos fugiram após o fogo cruzado sem serem identificados. Os agentes acreditam que o atentado foi em represália a morte do detento Júlio Cesar Meira da Silva de 19 anos de idade, assassinado a tiros dentro da prisão na última sexta feira (26), e que fazia parte da facção criminosa Sindicato do Crime.

O acusado do crime, seria o apenado Thiago Roberto Alves Maia, que está foragido e que, segundo agentes, é membro da facção PCC. A direção da Penitenciária Agrícola Mário Negócio deverá se pronunciar sobre o caso nesta segunda feira (29). Ainda não há informações se a Coordenadoria de Administração Penitenciária do estado (COAPE-RN), já tomou conhecimento oficial sobre o ocorrido.

Reprodução das informações do Fim da Linha

Faça seu comentário

Canal Acontece RN

VT institucional - Portal Acontece